Em Angola julgam-se presos políticos acusados de nenhum crime. Dizem que é um regime democrático que está em pleno gozo das suas funções. A corrupção está no pódio como grande vencedora. A miséria e a fome também. As potências democráticas fecham os olhos e apontam que assim é que é bom, que assim é que se faz a estabilidade em África. Eis a receita do terrorismo do qual a Europa não se consegue desenvencilhar. Quem apoia a corrupção e as suas ditaduras, no fundo também é terrorista sem o saber.

sábado, 13 de setembro de 2014

Presos de Rikers Island alvo de violência excessiva





Os adolescentes detidos na prisão de Rikers Island, em Nova Iorque, são sujeitos a uma "força excessiva" e os seus direitos consagrados na Constituição norte-americana são violados, revela uma investigação dos procuradores de Manhattan.

http://www.jn.pt

A investigação, realizada entre 2011 e 2013, concluiu que os adolescentes não são protegidos de maneira adequada contra a violência física, "inútil e excessiva", cometida pelos guardas prisionais e pelos outros detidos, adianta o Ministério da Justiça, em comunicado.
"Como a nossa investigação demonstrou, para os adolescentes, Rikers Island é uma instituição defeituosa. É um lugar onde a força bruta é o primeiro impulso, em vez de ser o último recurso", criticou o procurador federal de Manhattan, Preet Bharar.
Para o ministro da Justiça norte-americano, Eric Holder, esses excessos "são inaceitáveis".
Rikers Island é a principal prisão de Nova Iorque e tem cerca de 12300 reclusos.
Renato Seabra esteve temporariamente detido em Rikers Island, tendo depois sido transferido para uma instituição de correção federal (Clinton Correctional Facility) para cumprir 25 anos de prisão pela morte de Carlos Castro.

http://www.jn.pt/PaginaInicial/Mundo/Interior.aspx?content_id=4064193