27Out14. Salvem ao menos as criancinhas!Há 3 dias que o banco millennium na rua rei Katyavala, em Luanda, tem o gerador a fazer muito fumo de noite e de dia, e os moradores estão com as janelas e portas fechadas, mas mesmo assim estão impedidos de levarem a sua vida normal. Os moradores já reclamaram mas em vão. São portugueses da teixeira duarte que têm ordens para nos matarem para depois ocuparem os 3 prédios. O terreno nas traseiras já o espoliaram. Isto é um belo convite à revolta geral.

segunda-feira, 5 de Abril de 2010

Bento Kangamba, Empresário Desportivo



Lisboa - Tem um ar alegórico que anima sectores intelectuais do MPLA. No último congresso do partido dirigiu-se a um grupo de delegados da etnia bacongo e disse o seguinte: “Eu sou mais perigoso que um de vocês, porque tenho dois sangues”. A platéia pôs-se em gargalhadas. Ele pretendia transmitir que tinha mistura de dois diferentes tipos de sangue por ser filho de pai Lunda/chocke e mãe do Uige.

Fonte: Club-k.net

Bento dos Santos “Kangamba” que em Junho deste ano completa 45 anos de idade, nasceu no Moxico, mas é nas Lundas onde cresceu. É avaliado como um intelectual anódino. Na vida acadêmica chegou até a 12ª classe. Aos 15 anos de idade aderiu ao MPLA. O seu pai era conhecido como apoiante dos guerrilheiros deste partido que andavam pela zona leste do país. A família era detentora de alguns bens entre os quais alguns camões que teriam sido queimados pela UNITA, ao tempo do conflito armado. Os pais estão no leste e o mesmo é criticado por “esbanjar dinheiro em Luanda enquanto que os país não estão muito bem no Luena”
Serviu o braço armado do regime e chegou à patente de brigadeiro cuja reserva faz parte. Trabalhou na área da logística e foi um dos impulsionadores da venda de forma “ortodoxa” de carne/frango do exercito, no mercado negro. Na altura, as vendedoras de rua vulgo “Quinguilas” levaram lhe a tribunal após terem se queixado de o terem dado dinheiro sem que tivessem recebido a mercadoria. Foi declarado culpado em tribunal cumprindo pena de dois anos prisão. Na altura o Comitê Central do MPLA, ao qual fazia parte, expulsou-lhe para que o seu caso não manchasse o partido.

Após o incidente Kangamba refez se politicamente tornando-se num dos mais mediáticos militantes do MPLA na zona urbana de Luanda (e em algumas áreas do país). É presentemente o primeiro secretario do CAP 114, no palanca (O cartão de militante é LA-525291). Foi readmitido nas estruturas do partido (Comitê Provincial de Luanda e Comitê Central) e ao mesmo tempo aprendeu a não ter muita confiança nos seus colegas do MPLA. Não come ou bebe em casa dos mesmos como medida de prevenção das armadilhas partidárias. Aceita comer apenas em casa de dois amigos, Rui e Joaquim.
Tem ligações com o general Manuel Helder Vieira Dias “Kopelipa” em razão de tal é as vezes apresentado como assessor/próximo da Casa Militar que lhe proporciona algum desafogo financeiro. Defende, nas rádios em Luanda, que os filhos do PR, devem ter os seus negócios por serem cidadãos como qualquer um. Esta posição por si tomada, não é alheia a simpatia que goza no seio familiar de JES. A 22 de Janeiro, uma irmã de JES, Marta dos Santos deu festa do seu 60 aniversários e foi lhe enviado um convite.
O seu patrimônio econômico é considerado complexo a começar pelo facto de não se conhecer o seu Gabinete. Há informação de que através do Ministério das Finanças recebe verbas por impulso de uma “interminável” divida antiga que o estado tem para com ele. Esta associado a exploração de diamantes na área das Lunda na qual tem como sócio, numa das dragas, Eduardo Kwangana, Presidente do PRS. Fundou na década de noventa uma empresa a “Organizações Kabuscorp”, cujo patrimônio inclui um terreno na samba, uma Quinta em fase de construção, nas áreas do futungo, ao qual tem o seu nome “Quinta Kamgamba”. É conotado com uma sociedade anônima de representação, Rangol, com sede no bairro operário. Numa entrevista na TV Zimbo, apresentou-se como dono da maior empresa de telhados de Benguela, este dado, porem, é contrariado com a existência da empresa Porto Belo, que é um investimento brasileiro tido como o maior em fabrico de telhas naquela província. Diz também que esta a erguer um campo de futebol.

O que mais lhe da visibilidade é uma equipa de futebol, o “clube Kabuscorp do palanca”, que criou em Dezembro de 1994 tornando-se o primeiro angolano a ter um clube de futebol no país. Tem vocação de Interferir no trabalho do treinador da sua equipa. No Domingo (28), insurgiu-se contra o técnico do Kabuscorp, Viktor Bondarenko, porque entendia que este deveria, a dad altura do jogo, por em campo dois jogadores tidos como seus favoritos. Quando a sua equipa perde nas partidas, penaliza os jogadores retirando-lhes a viatura de apoio. São sujeitos (em forma do castigo) sair do estádio até a sede do clube no palanca a pé.
Há mais de 10 anos que deixou de viver no bairro palanca (Viveu no Alvalade e agora num apartamento T4 no Nova Vida ), mas dentro do partido passa-se por morador ou soba do bairro, como é chamado. Aos fins de semanas visita o Palanca, acção sucedida com distribuição de dinheiro aos jovens sobretudo quando é dia de partidas de futebol. A juventude daquele bairro (na sua maioria oriundo de países vizinhos), seguem-lhe com a garantia de consenção de bebidas e alimentos nas diversões que promove. Há também informações segundo a qual elementos de origem congolense, do palanca terão seguido a sua claque ou caravana em troca de ajuda no que concerne a sua legalização em Angola.

Dedica especial atenção a filantropia e apóia inicitivas de entertimento (concursos, espectaculos musicais e etc) da qual ganhou a fama de “empresário da juventude”. O rapper americano The Game, cita-lhe em uma das suas musicas sobre uma alegada proposta que Kambamga lhe teria feito, em Luanda mas que recusara.
Um dos seus maiores vícios é o jogo/casino. Já chegou a gastar cerca de 100 mil dolares americanos numa só noite. O conforto financeiro que goza leva-lhe as vezes ao esbanjamento. No congresso do MPLA, ao qual ascendeu ao Comite Central, ficou com a fama de ter distribuído 350 mil dolares aos delegados provenientes de Benguela, Huambo, Moxico e Uíje. Dentro do regime é citado como o elemento que mais recorre ao suborno para resolver as coisas. Em meados no ano passado o desportivo acadêmica do Lobito acusou lhe de ter corrompido o arbitro.

Kamgamba é, hoje, o militante do MPLA que mais presta atenção especial ao seu marketing pessoal. Criou a sua própria rede de influencia junto da media independente e na media estatal. Uma das figuras jornalísticas com quem tem relações estreitas, é Goncalves Inhanjica, quadro de proa da TPA. O ex Ministro da CS, Manuel Rabelais, aparentava não ter graças pelo mesmo, que chegou a orientar jornalistas em Benguela para vetarem a cobertura de uma das suas acções filantrópicas na província.

Da sua ligação com a media, Reginaldo Silva, analista de referencia em Angola, fez a seguinte discrição “Da primeira vez que foi para o CC, o homem do Palanca e do Kabuscorp acabou preso, julgado e condenado por delito comum. Foi expulso pelos seus camaradas do CC. Voltou agora quatro anos depois, na sequência de uma impressionante e inédita campanha de promoção pessoal em tudo quanto era média privado e público. Melhor do que ningém do seu fechado clube partidário, Cangamba percebeu até ao limite que a imprensa tanto desfaz, como faz, como volta a desfazer. Não olhou a meios e investiu fortemente na sua imagem mediática. Alguns jornalistas agradeceram-lhe, certamente, o generoso interesse demonstrado pelos "milagres" da média. Por tudo, por nada e por mais coisa nenhuma, foi notícia semana sim, semana também. Cangamba, vê se portas agora com mais juízo, para não voltares a ser expulso do CC e da vida em liberdade.”

43 comentários:

  1. onde esse homem com apenas 45 anos tirou tanto dinheiro'isso e suspeita

    ResponderEliminar
  2. Esses gajos nao o tomam medidas porque todos no mpla sao gatunos.E dinheiro nao trabalhado,roubado do erario publico como habito de todos os dirigentes nesta naçao

    ResponderEliminar
  3. Manuel de Carvalho Catete4 de Julho de 2010 às 13:54

    cada caso é um caso e acho que estamos diante de um que devemos ter em conta. porque é que ficamos vezes sem contas tentando ver os outros de paises longiquos crescerem e entre nós nos ofendemos em tantos sentidos? temos que aceitar que alguns de nós desenvolvam, deixem este angolano mostrar o que vale.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. es um estupido nao sabes o que dizes

      Eliminar
  4. esses gajos andamm a roubar mas é o povo pá. nos os angolanos teriamos um salário mesmo sem trabalhar. o dinheiro é todo aquele. palhãços...

    ResponderEliminar
  5. Eu sou Catchokwe, vivo na Africa do Sul, e so quiro vos dizer o seguinte: O comentador que esta em cima e muito burroooooo! Voce pode ser rico com 1, 10 20 ou 45 anos de idadeou dez, dependentemente da sua inteligencia. Bento Kangamba e muito inteligente, e os membros do MPLA, sim se sao ricos, qualquer um se tivesse no poder poderia primeiro encher o seu bolco, se voce tivesse no poder tambem faria a mesma coisa ou talvez pior. Tens ciume do nosso iramao Catchokwe ou tens ciumes porque nao estas no poder? Eu nao estou no poder mais vivo uma vida normal e alcancarei tudo aquilo que sonho, tu preguicoso deves trabalhar como as formigas nao param de trabalhar deixe o ciume seu invejoso! Quanto ao poder, o poder se conquista nao se oferece, o MPLA e o Partido mais inteligente e sempre vai subir, voce deve aprender com os mais velhos. Apartir do Cape Town, Irmao Kanga, nao ligues esses pregucosos so falam e nao fazem nada!

    ResponderEliminar
  6. Ras-Luko
    pude observar os comentarios sobre Bento Kangamaba aquanto da sua riqueza,acho eu que independentemente de ser ou não rico devemos ter um certo respeito por ele,vejamos por exemplo o que fez em Benguela com os taxistas coisa que muitos dos nossos governantes não conseguiram fazer,isso para não mencionar outros obras de boa caridade que já fez.
    Acho eu que se ele fosse alquem que estivesse a comer do dinheiro que tem a ver direitamente com o povo, ele teria corajem de fazer muito mais para os Angolanos,espero que um dia possa ter a sorte de o conhecer pessoalmente.
    Abraços a essa ilustre personalidade.

    ResponderEliminar
  7. Esses gajos estao a brincar com coisas serias, eles tiram este dinheiro do povo e fazem o que bem acham ,pois savimbi tinha razao.de lutar pelos seus ideais.pois angola é considerada com uns dos paises mais corrupto do mundo.Benguela tchapiwelvitcha-

    ResponderEliminar
  8. a biblia diz melhor e o pouco havendo justiça do que o grande havendo injustiça os bens que facilmente se ganham facilmente se perdem\\\\\\\\\\nao roubaras faz parte dos dez mandamento\\\\\\\nao diras falsos testemunho contra o teu proximo\\\\\nao sei nada a cerca do bento kanganba se o dinheiro dele e de sacrificio gloria a deus se injusto so ele e que sabe\\\\nos seremos julgados segundo as nossas obras\\\bento kanganba posso dizer que o mesmo ajuda muitos necessitados\\\\\\e bom que ele saiba nao pode fazer para agradar o homem para agradar os homens do poder.mas sim para agradar a deus. tudo na vida passa .a riqueza nao dura para senpre nem a coroa de geraçao em geraçao.

    ResponderEliminar
  9. Para nós ele é um Empresário da Juventude que faz Falsas Promessas!

    Como é do conhecimento geral, o falecimento dos 3 jovens no dia 03 de Fevereiro de 2011 no acidente ocorrido a estrada para o Lobito, com a caravana do cantor Cabo Snoop.(Premiado na MTV BASE África 2010, como melhor performance lusófona).

    No período de luto, as famílias foram apoiadas de forma diversificada por várias entidades, tais como o Ministério da Cultura, Movicel, a LS produções, Power House, e muitas entidades individuais que partilham a mesma dor que as famílias.

    Contudo, neste mesmo período um indivíduo conhecido por “Empresário da Juventude” (Bento Kangamba) e seu representante conhecido por “Republicano” apresentaram-se perante as famílias fazendo promessas no que respeita a apoio financeiro, que até ao momento não demonstram intenções de cumprir e nem se quer prestar palavras.

    A intenção de alguns familiares enlutados de Ibraim Veríssimo Martins (I.V.M.) e Márcia Morais Martins é de denunciar esta situação pois consideram que não é correcto aproveitar-se de um momento de dor das famílias para fazer “publicidade enganosa”, e gerar falsas expectativas aos mesmos.

    Nenhum dinheiro trará de volta os nossos entes queridos. O que nos resta é garantir a dignidade dos mesmos!

    Os familiares inlutdaos.

    ResponderEliminar
  10. Oi, desculpem mais eu estou carente.
    Por favor passem-me se poderem o número do cota Bento eu preciso de ajuda, tenho habilidades em produção musical preciso de material para o estúdio, por favor.
    guyrodrigues1@hotmail.com

    ResponderEliminar
  11. Bom dia Bento Kambamba,por favor peço-lhe encarecidamente q entres em contacto comigo,preciso urgente da sua ajuda.Aqui esta o meu email:noraruth2011@hotmail.com

    ResponderEliminar
  12. Boa noite Bento Kangama,por favor peço-lhe encarecidamente k me é dada uma ajuda,estudei na Universidade Grégorio Semedo por falta de meios financeiros não consigo concluir os meus estudos.Quero tanto K me estendes um braço de ajuda.Sonho ser uma Empresária.O meu Email Siumaradasilva@hotmail.com,desculpa se falei algo k nãõ poderia falar.

    ResponderEliminar
  13. Boa noite Bento Kangama,desculpa o encomudo.Por favor preciso de ajuda.Estava a fazer falcudade no Grégorio Semedo,no primeiro ano do curso Organização e Gestão de Empresas.Não consigo concluir os meus estudo por falta de meios financeiros.Quero tanto voltar a estudar mais não tenho meios.Se me puderes ajudar aqui esta o meu Email Siumaradasilva@hotmail.com
    A esperança é a unica coisa a morrer,não me desanimo porque a vida tem muitas revira volta.Senhor Bento Santos Kangama,nem que for uma falcudade estatal agradecia.

    ResponderEliminar
  14. Desculpa o encomudo.Preciso de uma ajuda Senhor Bento Kangamba,eu quero me formar e ser alguém na vida tive a fazer falcudade na Universidade Grégorio Semedo,no primeiro ano de Organização E Gestão de Empresas.Sonho em ser Gestora se me for possivel concluir os meus estudo,a minha mãe nãõ tem possiblidades de me por a estudar.Tenho uma amiga minha k me terá dito noutro hora para se eu quiser fazer falcudade desculpa pela expressão k tenho k me prostuir.
    Mais para mim a vida as vezes não é como a gente quer...Tudo na vida é sacrificio,eu a vezes me põe a chorar e digo que a vida é mesmo assim.Entrego a Deus o meu racosinio,minha familia,meu ser,o meu agir,a minha força de aprender.Não quero pedir muito o k tiver ao teu alcance.Por favor me ajuda sei que o ano esta no meio mais por ano quero voltar a estudar.O meu Email é o Siumaradasilva@hotmail.com

    ResponderEliminar
  15. HELP ME, I NEED YOU SR. BENTO S. KANGAMBA, EU ESTUDO NO OSCAR RIBAS , EU ANTES TRABALHAVA PARA PODER PAGAR OS MEUS ESTUDOS , MAIS A EMPRESA FOI A FALENCIA E JA NAO ESTOU A TRABALHAR PORQUE O ENCONTRAR EMPREGO ESTA DIFICIL , POR FAVOR PRECISO MUITO DE SUA AJUDA SR. BENTO KANGAMBA, O MEU CONTACTO E-MAIL- PROSEGURREGINA2008@HOTMAIL.COM OU LIGUEM PARA O 924 29 93 91

    ResponderEliminar
  16. tudo uk falaram aqui faz sentido, mas atendendo e considerando o facto de nao termos provas sobre a origem da riqueza do Bento Kangamba, n podemos estar aqui a criar ou dar falsos testemunhos pk ele por vezes tem ajudado muita gente e e impossivel ajudar todo mundo....uk ele faz com o dinheiro, onde arranja isso e problema dele pk uk s faz aqui na terra paga-se aqui....

    ResponderEliminar
  17. Boa tarde Senhor Bento Kangamba.Aguardo a tua resposta Siumaradasilva@hotmail.com

    ResponderEliminar
  18. bento kamgamba nos do namibe precisamos de ajuda 927908468

    ResponderEliminar
  19. OLA CHAMO-ME YOLANDA LUQUENIA FORTES BALTAZAR;SOU ESTUDANTE UNIVERSITARIA,ESTOU NO PRIMEIRO ANO CURSO DE GESTAO NA UNIVERSIDADE TECNICA DE ANGOLA ,PELO RESPEITO E ADIMIRACAO QUE TENHO PELO SENHOR BENTO KANGAMBA,PRECISO DE AJUDA PARA EU ACABAR OS ESTUDOS,E UM EMPREGO,JA POS OS MEUS CURRICULUM MAS NAO ME CHAMAM.POR FAVOR AJUDA-ME SENHOR 927798793 meu terminal

    ResponderEliminar
  20. ola senhor kangamba preciso de grande ajuda yolanda baltazar 927798793

    ResponderEliminar
  21. A ADBCA-Associação para o Desenvolvimento da Comunidade Angolana-é uma ONG nacional que pretende contribuir para o bem-estar da comunidade angolana.Foi fundada a 10 de Abril de 2000 com base na leinº14 e 23respectivamente,tudo com objectivo principal de assegurar a coordenação e a execução de uma politica camadas mais necessitadas da Sociedade Angolana.
    A ADBCA tem a sua sede em Luanda e pretende exercer a sua actividade em todo o território nacional e no Estrangeiro.A ADBCA é uma organização privada,sem fins lucrativos,que tem como objectivo ajudar as populações mais carentes,com especial destaque para os deslocados e as camadas concentradas nas zonas rurais de Angola.
    A mesma necessita de ajuda.Para qualquer informação liga para os terminas 923320045 ou 925555429-senhor João Gomes Da Silva.Para Bento Kangamba.

    ResponderEliminar
  22. Exmo senhor Bento Kangama.Aguardamos a tua resposta,ADBCA.Quero saber onde fica o teu escritório.João Gomes Da Silva.

    ResponderEliminar
  23. Boa Tarde Sr. Bento Cangamba. Espero que estejas bem junto a ´teu oikos. Encontro-me em pessimas Condições e preciso muito da sua ajuda. Estou no 1º ano da faculdade de eng. no ISTA pol e, até neste momento não consegui pagar os meses da faculdade, o dinheiro do meu salário não chega para o pagamento do mesmo através da fimilia que tenho. Já fiz algumas manobras mas não surtiram efeito. Deste modo endereço a minha petição a Ti. O meu email: manueltec20@hotmail.com. Obrigado.

    ResponderEliminar
  24. Nao estou aqui para pedir favores mas tenho algumas coisas a dizer: Nao critico aqueles que estejam a pedir favor a sua ex. Sr. Bento Kangamba porque as vezes mtos precisam mesmo de ser ajudado e muitos pedem por interesse e ganancia.... Mas aqueles que estao a criticar o sr. Bento sem apenas o conhecer e sem saber da vida dele.....tipo o ke ele faz e deixa de fazer....... é um desavergonhado e fofoquero..... Ele lutou pra ter o kl ele tem agora. como ninguem sabe so ele mesmo. Mas por nos nao sabermos de nada,entao nao temos o direito de falar nada...... Portanto lutem pra ter o que é vosso e deixem os outros em paz......... Cambada de feiticeiros e invejosos............ Célcio Rogério dos Kappas

    ResponderEliminar
  25. senhor estamos aspera da tua resposta somos da A.D.B.CA

    ResponderEliminar
  26. Boa tarde senhor Bento kangamba daqui escreve o jovem estudante Miguel Pedro, estou no 3a ano da universidade, no curso de Relacoes Internacional Economica, no UPRA Universidade privada de angola, nao tenho como terminar a universidade devido a fraca produtividade da empresa e logo fomos dispensados e outros problemas familiares.

    Venho por este meio encarecidamente escrever ao senhor Bento kangamba se pode pode oferecer-me um emprego onde consiguirei pagar as minhas despesas. obrigado.o meu email e miguelpedro.82@live.com.pt ou no facebook miguel Francisco Pedro, ou ainda no skype miguelfranciscopedro.

    ResponderEliminar
  27. não sei o que dizr, essa vida é tão confusa! em fim, todos nós vivemos em função das ideias e principios q nos orientam. ás vezes, até, parece q de nada adiata criticar alguém nos baseando nas ideias q nos guiam, porq aquele q criticamos tem outros principios. isso é o q complica tudo, cada tem a sua forma d vida, hoje as ideologias crescem e o anormal está a ter características de normal, porq é frequente. bom para os cristão, estamos no fim dos tempos, mas para os ditos actuais, modernos e materialistas, os cristãos estão ultrapassados e não vivem ou aproveitam a vida. as ideias são várias, o materialismo cresce, contudo a humanidade é apenas uma e o seu fim para todos e, no fim apenas um ideia prevalecerá.

    ResponderEliminar
  28. OLa boa noite senhor Bento Cangamba, eu sou o Fernando falo apartir da Provincia do Kuando Kubango, sou estudante da Universidade Mandume ya Ndemofayo em Menongue, com todo respeito e admiração que eu tenho por senhor, peço um especial favor, que me ajude na minha situação financeira, ñ consigo terminar por falta de meios economicos. ali esta o meu email e o meu terminal WWW.F.TCHIHINGA66@HOTMAIL.COM 924 552 983.

    ResponderEliminar
  29. Olem muitos de voces estão a peçar essa por uma condição ganaciosa.... e nem esperem q tudo possa vir de bamdeja luta para conseguires.

    ResponderEliminar
  30. Senhor General, muitos dizem que eu sou seu familiar, mesmo recuzando.Gostaria contacta-lo atraves do telemovel 913904247 ou atraves do email cuelacuela@yahoo.com.

    ResponderEliminar
  31. muito boa tarde sua excelencia sr bento kangamba escrevo mui respeitosamente para requerer da sua ajuda por favor. estou no primeiro ano da universidade e agora estou com dificudades financeiras e nao consigo pagar ate este momentos as propinas. por favor ajuda-me sr. bento kangamba. este é o meu e-mai.: jeremiasjulio@hotmai.com

    ResponderEliminar
  32. Para Sua Exma. Sr. Bento Kangamba
    Melhores cumprimentos,
    Lino Avelino Benza, trabalhou durante nove anos nas Nações Unidas em Angola, na Agencia designada PAM (Programa Alimentar Mundial). Em Portugal, escreveu um manuscrito das suas experiencias durante 1993 ate 2002, onde destaca que instituicoes do Governo Angolano (Minars, Minsa, Minader, Educação), jogaram papel importantissimo para que houvesse exitos na implemantaçao dos serviços humanitarios no Pais
    Tenho autorizaçao para editar na editora tradicional e reputada em Portugal Almedina- Coimbra, como segue a factura em anexo, e em questao de confirmaçao, poderão telefonar no numero lá contido.
    No ano passado viagei para a Noroega, Holanda, e pudi visitar os escritorios da Unicef, HCR, e inteirar das suas politicas de intervenção humanitaria.
    Ciente da vossa compreensao e ajuda, para tornar realidade. Tudo que é oral desaparece com o passar do tempo, mas tudo que é escrito, permanece para conhecimento de geração em geraçao, saindo da fase de emergencia humanitaria que nos encontrávamos, e estando na fase actual da integração e reconstrução nacional da Republica de Angola, que foi um ganho maior do povo que tanto sofreu com a guerra.
    Atentamente, Lino Avelino Benza, meu Telefone em Portugal
    00351 925924492, email: linobenza@yahoo.com.br

    Ex.mo Sr. Lino Benza,
    Bom dia,
    Venho dar-lhe conhecimento da nossa decisão relativamente à publicação do trabalho que nos propôs, intitulado “Ajuda Humanitária de Emergência no Mundo”.
    Como já anteriormente em conversa telefónica tive oportunidade de lhe dizer, não poderemos avançar com nenhuma proposta de edição, uma vez que o trabalho é de muito reduzidas dimensões, e além disso, não se enquadra no nosso catálogo, uma vez que, como certamente saberá, a área jurídica é o forte da nossa edição.
    Porém, uma vez que há a possibilidade da Embaixada de Angola avançar com um patrocínio a esta publicação, somos a enviar um orçamento, caso queira avançar com a publicação de autor, isto é, ficando a produção do livro inteiramente a cargo do autor ou da entidade financiadora, sem logótipo Almedina, uma vez que a edição não será nossa.
    Assim que souber das condições de financiamento por parte da Embaixada, e caso assim o entenda, comunique-nos o que tiver por conveniente.
    Com os melhores cumprimentos,

    Paula Valente
    Directora Editorial
    Paula Mendes
    Editora

    Grupo Almedina
    Tel: 239 091 494/ Fax: 239 851 901
    Rua Fernandes Tomás, 76-80
    3000-167 Coimbra, Portugal
    www.grupoalmedina.net

    Melhores cumprimentos, Deus abençoe
    Atentamente: Lino Avelino Benza

    ResponderEliminar
  33. Para Sua Exma. Sr. Bento Kangamba
    Melhores cumprimentos,
    Lino Avelino Benza, trabalhou durante nove anos nas Nações Unidas em Angola, na Agencia designada PAM (Programa Alimentar Mundial). Em Portugal, escreveu um manuscrito das suas experiencias durante 1993 ate 2002, onde destaca que instituicoes do Governo Angolano (Minars, Minsa, Minader, Educação), jogaram papel importantissimo para que houvesse exitos na implemantaçao dos serviços humanitarios no Pais
    Tenho autorizaçao para editar na editora tradicional e reputada em Portugal Almedina- Coimbra, como segue a factura em anexo, e em questao de confirmaçao, poderão telefonar no numero lá contido.
    No ano passado viagei para a Noroega, Holanda, e pudi visitar os escritorios da Unicef, HCR, e inteirar das suas politicas de intervenção humanitaria.
    Ciente da vossa compreensao e ajuda, para tornar realidade. Tudo que é oral desaparece com o passar do tempo, mas tudo que é escrito, permanece para conhecimento de geração em geraçao, saindo da fase de emergencia humanitaria que nos encontrávamos, e estando na fase actual da integração e reconstrução nacional da Republica de Angola, que foi um ganho maior do povo que tanto sofreu com a guerra.
    Atentamente, Lino Avelino Benza, meu Telefone em Portugal
    00351 925924492, email: linobenza@yahoo.com.br

    Ex.mo Sr. Lino Benza,
    Bom dia,
    Venho dar-lhe conhecimento da nossa decisão relativamente à publicação do trabalho que nos propôs, intitulado “Ajuda Humanitária de Emergência no Mundo”.
    Como já anteriormente em conversa telefónica tive oportunidade de lhe dizer, não poderemos avançar com nenhuma proposta de edição, uma vez que o trabalho é de muito reduzidas dimensões, e além disso, não se enquadra no nosso catálogo, uma vez que, como certamente saberá, a área jurídica é o forte da nossa edição.
    Porém, uma vez que há a possibilidade da Embaixada de Angola avançar com um patrocínio a esta publicação, somos a enviar um orçamento, caso queira avançar com a publicação de autor, isto é, ficando a produção do livro inteiramente a cargo do autor ou da entidade financiadora, sem logótipo Almedina, uma vez que a edição não será nossa.
    Assim que souber das condições de financiamento por parte da Embaixada, e caso assim o entenda, comunique-nos o que tiver por conveniente.
    Com os melhores cumprimentos,

    Paula Valente
    Directora Editorial
    Paula Mendes
    Editora

    Grupo Almedina
    Tel: 239 091 494/ Fax: 239 851 901
    Rua Fernandes Tomás, 76-80
    3000-167 Coimbra, Portugal
    www.grupoalmedina.net

    Melhores cumprimentos, Deus abençoe
    Atentamente: Lino Avelino Benza

    ResponderEliminar
  34. Sr. General Bento Kanganga, aqui é o Lino Avelino Benza, antigo funcionario no Organismo Internacional das Nacoes Unidas em Angola, durante nove anos (1993-2002, 1 ano em Luanda, 2 anos no Kuanza Norte, 2 no K. Kubango, e 4 anos na Lunda Sul, Saurimo), na Agencia Humanitaria PAM. Tenho estado ao telefone com a Editora a Dra. Paula Mendes- Editora Amedina.Coimbra, ela informa que ja tem a aprovaçao da edicao do livro, que relata da boa cooperaçao que o PAM e o Governo Angolano, porque eu trabalhei, e contemplei que nao faziamos nada, sem as reunioes de concertaçao com os membros do Minars do Governo (Ministerio da Assistencia e Reinserção Social de Angola), e outras como MINSA, MINADER, EDUCAÇAO. Por isso, nao gostaria que ficasse apenas em contos orais, mas sim que estivesse num livro. Ciente do vosso apoio necessario, na ediçao e publicaçao dessa obra literaria, e se nao se importar, colocarei no rodape do livro, Apoio Grupo scorp Palanca- Angola. Essa acçao do livro, incentivara varias açoes de carecter humanitario, porque em Angola, fez-se um bom trabalho no tempo da emergencia humanitaria, e que nessa fase estamos na reconstruçao nacional, e é necessario apontar o dedo nos ganhos obtidos. Obrigado pela atençao.
    Linobenza@yahoo.com.br

    ResponderEliminar
  35. Exmo Sr. Bento Kangamba,

    Como mencionado na mensagem anterior, nao sendo longánimo, gostaria acrescer como abaixo mencionado:
    Em 1993 depois do Pais ja se encontrar na instabilidade que foi ultrapassada, com 24 anos comecei os trabalhos, estava colocado no Porto de Luanda recebendo os Navios provenientes de varios Países, trabalhavamos dia e noite, e como Angolano, sentia o prazer em saber que estava involvido numa causa Humanitaria ajudando os mais vulneraveis que por questao de segurança, deixavam os seus recintos habitacionais. As mercadorias seguiam directo para o Aeroporto de Luanda, e os que trabalhavam no Porto de Lobito, direcionavam as mercadorias em colunas para o Aeroporto de Catumbela, e fazia-se pontes aereas, que testemunhei porque efectuei várias, em varias localidades do Pais. Depois em 1994 Dezembro , fui transferido para ser o Responsavel ou assitente Logistico do PAM na Provincia do Kuanza Norte, onde trabalhei dois anos, em parceiras constantes com os membros do Governo, MINARS, MINADER, MINSA. Havia varias organizaçoes nacionais e estrangeiras no local, como Concern Irlandesa, AICEF Italia, World Vision-USA ou Visao Mundial, que operava nos dominios da distribuiçao geral de alimentos, no dominio da Agricultura incentivos pontuais de alimentos locais, e Visao Mundial Saude trabalhando nos centros nutricionais ajudando as criaças, mulheres e estados de nutriçao critico.
    Em 1996, fui transferido para o Kuando Kubando onde fiquei lá ate 1998, trabalhando na sede e nos municipios tais como: Menongue, Caiundo, Kuelei, Dumbo, Catota em direçao a Chitembo,conheci pessoalmente o Kuito Kuanavale, em trabalhos de avaliaçao, regiao onde o meu irmao mais velho, fez o serviço militar, na companhia de desembarque e assaltos, ficou apenas na historia de nossa memoria como familia.
    De 1998 ate 2002, fui transferido para a Provincia da Lunda Sul- Saurimo, onde faziamos cobertura tambem da regiao da Lunda Norte, porque na altura essa regiao ja estava reduzida o apoio humanitario, priorizando o Moxico, e Lunda Sul. No Moxico pudi fazer voos para aquela regiao acompanhando cargas diversas do PAM.
    Nao ser repetitivo, mas eu desejo seu apoio, e uma vez que essa realidade, so foi possivel, porque houve a inteira cooperaçao das instituiçoes do Governo Angolano com as Naçoes Unidas de maos dadas, isso ninguem me contou, estavamos constantemente nas reunioes com o pessoal, da Saude, Minars, Educaçao, Promoçao da Mulher, que forneciam dados para melhor servir, e intervir, e assim concluimos com grande exito as operaçoes Humanitarias em Angola, que pode servir de exemplo para outros Paises, que enfrentam esse mal.
    Se a memoria nao me falha, a dois anos atras, e tenho documento comigo, o Conselheiro Especial da Directora Mundial do PAM, sr. Aranda Da Silva, esteve em Angola, para assuntos relacionados com outros tipos de intervençao em contacto com o MINARS e o MINADER, mas aqui deixo a entender que continua o reconhecimento que em Angola houve grande trabalho que nunca e deve ser esquecido, agora que atrai milhares de investidores de varios Pais, eles tem que saber que todo ganho, foi porque houve grande trabalho e grandes realizaçoes.
    Com esse espirito, passei a dois meses na sede da Unicef Portugal, onde pretendo ser voluntario para serviços humanitarios eventuais.
    Aguardo resposta mui humildemente Sr. General Bento Kangamba, e que depois de ver as vossas iniciativas filantrópicas, levou-me a escrever para a vossa analize, apreciação e possivel seguencia do assunto, continuando ajudando os mais necessitados.
    Obrigado pela compreensao prestada
    Lino Avelino Benza. linobenza@yahoo.com.br, 00351 925924492

    ResponderEliminar
  36. Favor, Sr. Bento Kangamba, aguardo sua resposta. Para alem da Editora Almedina em Coimbra Portugal, que esta aguardando a confirmaçao do Patrocinio Financeiro, uma vez que tenho conversado com a Dra. Paula Mendes, editora da mesma do Livro proposto em Portugues, tenho tambem como abaixo menciono, a disponibilidade da editora nos Estados Unidos da America para editar o livro humanitario em Ingles. Preciso de lançar primeiro em Portugues, depois seguirá a fase da publicaçao em Ingles.
    Penso que na publicaçao, contarei com a disponibilidade da sala da Embaixada de Angola em Portugal, uma vez estarem por dentro dessa minha necessidade em editar e Publicar, seu apoio é importante para tornar realidade esse livro humanitario. Favor entrar em contacto via telefone, para confirmar a veracidade dos factos narrados. Telef 00351 925924492. Obrigado pela atençao

    ------------------------------------------------

    Dear Lino:

    We have reviewed your manuscript, and we would be pleased to publish it
    under our subsidy program.

    So that there is no delay in providing you with all of the details, we have
    created an Author Resources account for you at our website where you can
    review the details of your publishing review and request a proposal.

    Please go to http://www.authorresources.com and login to your personal
    account by entering your e-mail address and the password Dorrance.

    After you login you will find a personalized overview, suitable for
    printing, of how we will work with you to become a published author.

    Additionally, you will be able to access reference pages that provide
    answers to the most commonly asked questions about the publication process.

    As your Author Relations Representative, I am your personal company liaison
    who is knowledgeable about your book and publication proposal. I can answer
    any questions you may have about how we plan to proceed with the publication
    of your book.

    If you have any questions, please call me toll-free at 800-578-7654 or at
    arouce@dorrancepublishing.com.

    Sincerely,

    Andrew R. Rouce
    Publishing Services Consultant
    Dorrance Publishing Company








    Name: Andrew Rouce
    Title: Senior Publishing Services Consultant
    Address: 701 Smithfield St.
    Suite 301
    Pittsburgh, PA 15222
    Toll free phone number: 800-578-7654
    Email address: arouce@dorrancepublishing.com

    ResponderEliminar
  37. Senhor bento Cambamba, os seus atletas da equipa de hoquei estão há 6 meses sem ver uma única remuneração, estão completamente descontentes.

    ResponderEliminar
  38. exmo sr. bento cangamba,

    aqui é Jospick Pacavira Bernardo, nascido em k. Norte aos 14/01/1988. cujo pai foi fazendeiro e a mãe gerente de um bar, não vivi a bem sucedida vida que os pais preparavão devido ao comflito armado de 1992 em que perdeu-se tudo. Ao engressar pra luanda em 1994 na esperança de começar do principio, desempregada a mãe fazia tudo a seu alcanse para sustentar a mim e aos meus 4 irmãos com negocios q ate hoje nunca dão serto. e desde então vivemos em casa da avo, numa humilde casa de madeira que encontra-se ja num estado preocupante, mas graças a deus conseguimos todos estudar concluimos o ensino médio vivemos assim de pequenos biscatos. Pesso encaressidamente ao senhor Bento Kangamba que nos ajude de qualquer maneira, toda ajuda é neçessaria. como dizem os sabios que (não se oferçe peixe mas insina-se a pescar) pelomenos um emprego... obrigado pela atenção. spickjo1@hotmail.com 939523606.

    ResponderEliminar


  39. --
    Olá

    Eu sou Ben M Bruce CEO (Silverbird Group). Nós emprestar dinheiro para

    pessoas que precisam de ajuda financeira, dar credibilidade ao

    As pessoas que têm mau crédito ou precisa de dinheiro para pagar o

    contas, para investir no negócio.

    À procura de um empréstimo? você não precisa se preocupar, pois

    você está no lugar certo, que oferecem empréstimos a uma taxa baixa

    2% de juros, então se você precisa de um empréstimo,

    enviados para o seguinte endereço de email:

    benmurray-bruce@live.com com essas informações abaixo

    Obrigado.


    As informações que você precisa ..

    Nomes completos ..........

    País ..........

    Estado ..........

    Sexo ..........

    Idade ..........

    Localização ..........

    O número de telefone pessoal ..........

    Telefone Residencial ..........

    Renda mensal ..........

    Montante do empréstimo necessário ..........

    Term Loan ..........

    Tenha um bom dia.

    Ben Bruce M

    ResponderEliminar
  40. Bom dia. Eu não posso esconder esse grande testemunho que acontecem na minha vida eu quero que todos saibam que e ser participante é por isso que nem sempre digo, eu sou rico senhora Moda hanna pelo nome, moro em Michigan, Estados Unidos da América, de agradecer à senhora (Kate Lisa) por sua bondade na minha vida familiar. Eu não sabia que ainda há bom emprestador como este na internet e terra aqui. Alguns meses atrás, eu estava procurando por um empréstimo de $ 95.000, enquanto a falta de dinheiro para comprar comida, e minhas contas incluem aluguel. Fui enganado cerca de 4.000 dólares de dólares e eu decidi não envolver minha auto em tal negócio novo, mas um amigo do meu me apresentou a uma empresa de empréstimo devido a minha aparência e ações. E eu disse que não estou interessado em um contrato de empréstimo, mas ela disse que ainda há um bom emprestador que ela vai me recomendar, e eu fiz um teste e eu tenho a sorte muito grato que eu sou hoje, eu tenho um empréstimo de US $ 95,000.00 USD, para esta grande empresa (Ms. Kate Lisa), gerido pela mulher (Kate) Se você estiver na necessidade de um empréstimo genuína ou legítima ou assistência financeira, e você pode ser seguro e confiável, capaz de pagar o devido tempo, dos fundos esse conselho, contactá-lo através de: mrskatelisaloanhome1@gmail.com E você estará livre de fraudes na internet. Meu marido encantador estende sua saudação para o mundo também se não fosse a senhora (Kate) Eu não posso imaginar como a vida deve ser para a minha família, por favor ajude-me a agradecer today.Please mulher (Kate) U e eu vou sempre estar compartilhando este grande coisa que aconteceu na minha vida, em resposta todos os dias. Você é a pessoa certa para mim e minha família a sair da pobreza se aposentar, minha família se estende a sua saudação a você. Ms.hanna maneira rica

    ResponderEliminar