Luanda. Desde as 07.40 horas do dia 10 de Março que o gerador do banco millennium, Rua Rei Katyavala – o banco da morte – trabalha dia e noite. A energia eléctrica está normal. As janelas e portas têm que ficar cerradas porque o fumo é mortal. No dia 13, três mercenários portugueses ao serviço do crime organizado estiveram no local e aprovaram a mortandade. Como o banco é da mana Isabel, ela quer lá saber disso. Continuamos no colonialismo antes da independência, do grito: VITÓRIA OU MORTE!

sábado, 24 de abril de 2010

Roubo na Universidade Óscar Ribas em Luanda


Cada vez mais difícil formar-se em Angola, carecemos de universidade competentes e com pessoas sérias que queiram mesmo ver pessoas bem formadas, muito pelo contrário, tornou-se um negócio para enriquecer alguns peixes graúdos

Fonte: email

Meus amigos, encontro-me muito indignado com o que se passa nas nossas universidades, me refiro principalmente nas universidades Privadas...
Na sua maior parte são todas elas desorganizadas, sem pessoas competentes para fazerem o trabalho e no final da história ainda roubam os estudantes!!

Estou aqui para fala propriamente da UOR = Universidade Óscar Ribas é uma universidade muito bem localizada, encontra-se situada no talatona a zona nobre da cidade de luanda, mais o que acontece no seu interior é algo muito lamentável.
Ao Invês de terem a intenção de formar o homem,têm aquilo como uma autêntica fábrica de fazer dinheiro, porque não se admite uma faculdade não receber bourderex segunda via emitida pelo Banco o que vem me deixando ainda mais triste são os despachos que o reitor ou sei lá quem que vai emitindo!! a quando do início do novo ano lectivo foi feita a actualização do câmbio do pagamento de propínas que é no valor de $280 o câmbio do dia praticado pela mesma instituição é de 100 AKZ, isso quer dizer que eles aplicam o câmbio praticado pelo mercado informal e não instiuido por ondem pelo BNA( Banco Nacional de Angola)que é de 92 AKZ. Só para salientar que antes era pago 23.525 AKZ que era o valor de $280!!!

Primeiro Caso:
Se o aluno fez alguma prova e não tem a propina actualizada, o que acontece é que mesmo depois de o mesmo ter pago a mensalidade a nota não é lançada porque tinha a mensalidade em atraso e terá que repetir uma nova prova... senão tem mesmo zero na pauta"

Segundo Caso:
A Escola tem Guardas, aquilo até parece uma creche em que quem não tem cartão não pode passar o portão, os tais guardas são selvagens, são autênticos indisciplinados...

Terceiro Caso:
A Faculdade não emite Declarações com notas, se emitem nunca ví, porque eles temem que o aluno abandone a universidade, e se abandonar o mesmo terá que começar de novo no primeiro ano noutra faculdade

Casos Lamentável:
Os Alunos que por imperativo das suas ocupaões não fizeram a entrega dos bourderex até dezembro são obrigados copiosamente a pagarem a diferença, quer dizer que se em dezembro pagaste 23.525 e não entregaste a tesouraria da msma universidade o bourderex és obrigado a ir ao banco e pagar mais 4.475 AKZ e tem que dirigir uma carta ao reitor para ver se ele autoriza o pagamento.

... Lamentável
Se no presente ano lectivo tu fores ao banco e pagares a propina mesmo que seja antes do dia 10 que é o dia limite para não pagar a propina com multa e até ao dia 10 não fizerem entrega a tesouraria o bourdereux és obrigado mais uma vez a pagar com multa, quer dizer que n importa se pagaste com muita antecedência o importante é entregar o comprovativo até ao dia 10, senão já é pago com muilta, eu acho isso um autêntico roubo!!!
Agora eu me pergunto aonde iremos nos queixar mesmo a ver os nossos direitos a serem violados de uma forma criminosa e sem temor a ninguém!! Recordo-me o antigo Ministro da Educação o Sr Burity da Silva dizer que iriam uniformizar os preços das universidades.

Aonde neste momento encontra-se a secretaria do estado para o ensino superior que não põe o pé, que olha de forma pacífica o sofrimento dos alunos e nada faz... será que é por pertencer ao grupo Pitabel aonde tem os irmãos graudos?
... apesar de ser-mos necessitados, apesar que nos precisamos formar, mais merecemos algum respeito e merecemos mais justiça, porque eles querem enriquecer a custa de pacatos cidadãos que lutam para sobreviver... é só de lamentar tal facto.
Peço ajuda das pessoas de direito, da sociedade civíl que façam alguma coisa para que esse roubo que a Universidade Óscar Ribas tem aplicado aos alunos pare!!! Já temos sofrido de várias maneiras, não é agora que estamos a tentar nos formar que vão continuar a nos meter impedimentos..
Nós não pedimos muito, só pedimos o mínimo para que possamos nos formar bem, mais mesmo assim ainda nos dificultam o ensino, aonde essa bela terra Angola irá parar, só pensam em enriquecer os seus bolsos... é triste