segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Ascensão e queda da ditadura










Vida de escravocrata é assim. E quando os escravos se revoltarem, da fome e da miséria se libertarem? Nas prisões não há lugar para mais arruaceiros, pois só quem rouba pão para sobreviver vai para a prisão. Estas prisões que se enchem de miseráveis e os corruptos que esbanjam o nosso património, para eles não há jaulas. O problema é quando os escravos já não suportam tanto sofrimento e perdem o medo. Os prisioneiros dos campos de concentração nazis também eram assim, e revoltavam-se e escapavam-se para a liberdade. Os tempos mudam, os corruptos e os ditadores jamais. A democracia é a libertação da História, é o confisco dos bens dos corruptos e dos ditadores. É a libertação das grades da fome da prisão. Entretanto os últimos ratos passeiam no convés do navio, preparam-se para se atirarem ao mar, na derradeira tentativa de se salvarem. O mar está muito encrespado, revolve-se e engole tudo.