Em Angola julgam-se presos políticos acusados de nenhum crime. Dizem que é um regime democrático que está em pleno gozo das suas funções. A corrupção está no pódio como grande vencedora. A miséria e a fome também. As potências democráticas fecham os olhos e apontam que assim é que é bom, que assim é que se faz a estabilidade em África. Eis a receita do terrorismo do qual a Europa não se consegue desenvencilhar. Quem apoia a corrupção e as suas ditaduras, no fundo também é terrorista sem o saber.

quarta-feira, 30 de abril de 2014

PCA do BPC admite que há funcionários a tirar dinheiro das contas dos clientes


Luanda – O Presidente do Conselho da Administração do Banco de Poupança e Crédito, Paixão Júnior, admitiu que vários funcionários do BPC têm sido punidos por estarem ligados a redes do exterior que mancham a boa prestação e imagem do banco.

Fonte: Angop

O PCA que falava à margem do encerramento do encontro nacional dos técnicos da área comercial, realizada durante dois dias na vila de Catete, município de Icolo e Bengo, em Luanda. Paixão Júnior ressaltou, sem revelar o número de funcionários punidos, que muito destes técnicos bancários foram demitidos da Instituição.

Segundo aquele responsável, pesam sobre eles acusações graves, incluindo a retirada ilegal de dinheiro das contas de clientes.

Mas o administrador disse que tal situação combater-se-á a todos níveis, uma vez que o BPC é uma rede bastante ampla que tem associada ao banco cerca de cinco mil trabalhadores, razão pela qual se distingue dos outros balções e aparece permanentemente na comunicação social ou no seio da população com relatos pouco abonatórias.

"Quanto mais gente tiver, mais os problemas se ressaltam. Nós ainda temos responsáveis e funcionários bancários nos balcões que não estão a cumprir na sua plenitude com as suas funções. Temos queixas, reclamações de clientes, temos trabalhadores que de certa maneira também se envolvem em redes, muitas delas comandadas de fora e com objectivo de retirar dinheiro de forma ilegal da conta de clientes", explicou o PCA.
O responsável deu a conhecer que o BPC possui vários pacotes de financiamento que no seu entender não difere dos outros bancos, entre os quais destacou o BPC/Crescer, salários, créditos agrícolas, micro crédito, crédito ao consumo.

Sublinhou ainda que o BPC tem actividades ligadas aos balcões únicos de empreendedorismo visando apoiar o empreendedor, para além de créditos de médias e grandes empresas, financiamentos permitem ir ao encontro de todos os domínios da vida económica daqueles que desejam melhorar e crescer com o BPC.

Finalmente o PCA do BPC enumerou ainda que o Banco que dirige possui igualmente créditos para as áreas da indústria, transporte, BPC/ futuro, BPC/Escola, dirigidos aos alunos até 8 classe bem como para os de ensino médio.

"Está em estudo um produto para estudantes universitários para pagar as propinas, visando a aquisição de matérial escolar. Nós não fazemos menos que os outros, fazemos operações com o estrangeiro, transferências de divisas para importação de mercadorias, tudo que outro banco faz nós fazemos rigorosamente", afirmou.