sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Presidente da República de Angola (?)


Banco Millennium Angola, um banco altamente especializado no roubo de terrenos, e câmaras de gás.

«Mensagem de fim de ano do engenheiro Gregório, Candidato à Presidência da República de Angola

Bélgica - A mensagem que se segue é do líder do PNEA e candidato a presidência da Republica, engenheiro Gregório que é responsável pelo texto na integra.

Queridos amigos e compatriotas angolano, Para nós os ecologistas, 2009 deve ser o ano dos atos e não só de votos especialmente em período de crise profunda onde ela se expressa o que nós suportamos todo o jogo de emanações.

Então, nós quisemos começar este ano, esta vez convoco porque digamos já é demais.

Enquanto convidando a família angolana de Cabinda em Cunene, e os nossos amigos aos momentos como este aqui pensar duas vezes novamente neste ano novo pôr bases fortes sólidas desta cultura humana de grande civilização por excelência, a democracia.

Nós PNEA, vos convida a mostrar a evidência das análises da situação para entender os atenuantes e os resultados deste teste inúmero da república depois do um dos 5/09/08.

Nós também tentamos para determinar dos fatos e gestos do poder, as bases desta crise e o grau de implicação de sua administração como também as estacas desta comédia fatal.

Cronometrando e progride do processo tenha o que reencaminhar e causar alguns numerosos interrogatórios.

Nós tentamos trazer a nossa maneira, uma explicação para todos estes interrogatórios do resto legitima, aquele a maioria dos concidadãos pousam-se. Nós procedemos pela análise dos papéis do poder diante da estaca da crise que debilita o país.

Dali em diante, nós assistimos desde há vários meses a decadência do Estado e repetidamente nós denunciamos os ventos do regime parlamentar presente de 5 de setembro de 2008 ao poder em Angola e sua inabilidade promover a reconstrução nacional e o progresso social.

O poder assiste à crise humanitária séria e sécuritaire que bateram no jogo das populações do país, condenado ao vagar por uma cortina e políticas criminais, duramente passivamente.

Considerando que em Luanda leva a insegurança política que dimensões multiformes e a crise ecológica sistêmica estão destruindo o pano patrimonial e econômico da Angola produtiva lentamente amanhã.

Enquanto esperando, como é que se faz faça uma visão de tudo para a reconstrução, um poder potencialmente demagogo onde nenhuma ação séria foi empreendida para dar à população o gosto viver na harmonia entre angolano, considerando que a pressão de separatista durou tanto anos ?

Nós o PNEA, prefere ao ver pôr alguns atos.

E fazer esquecido aos nossos compatriotas os mãos dias do passado, o nosso Candidato único e a escolha espiritual do nosso Deus todo poderoso, o engenheiro Gregório NSumbu MBala será o próximo Presidente da República.

De qual toda a equipa do Partido em Luanda, é aqui fora através da sua missão especial o pé da União Européia tenham a mesma convicção e deseja que andem melhor para todas e a todos.

Que o ano 2009 seja bom e magnífico!

Pelo engenheiro Gregório NSumbu Mbala
Candidato à Presidência da República de Angola»

Fonte: PNEA e Club-k