terça-feira, 19 de abril de 2011

Alda Sachiambo pode renunciar a UNITA


Lisboa - Alda Sachiambo, a líder da bancada parlamentar da UNITA, esta em vias de retirar-se da vida política partindo pela sua renúncia das funções partidárias. A acção é atribuída a prioridades que a mesma tenciona prestar na sua vida particular com realce a saúde.

Fonte: Club-k.net
Vai dar prioridade a planos pessoais
A decisão da mesma é paralela a planos conjugais que a levarão a contrair matrimonio com George Chicoty, o Ministro das relações exteriores de Angola. Ambos tornaram-se noivos a cerca de dois meses atrás. Sachiambo conheceu Chicoty quando eram ainda miúdos no Huambo. Na altura chegaram a ter uma relação que pareciam namorados de infância. Mais tarde viriam a ter destinos diferentes, dentro da UNITA, e Sachiambo acabaria por se casar com o antigo chefe de estado maior das FALA, Waldemar Pires Chindondo e mais tarde tornou-se esposa de Malheiros Savimbi.

É reconhecida pelo seu intelecto e determinação. Antes de assumir a chefia da bancada parlamentar do “Galo Negro” foi Secretaria provincial do seu partido no Huambo, ainda com Paulo Kassoma como governador. Notabilizou-se por ter dado outro ares a oposição na província. A dada altura quando as populações tivessem algum problema era a ela a quem iam reclamar. Sempre que uma entidade estrangeira ou eclesiástica se deslocasse a província faziam questão de ter um encontro de cortesia com a mesma ao ponto de rivalizar a concorrência com o então governador provincial.

A sua retirada da vida política enfraquece o maior partido da oposição visto que a mesma era em círculos internos tida como uma das potencias candidatas para a linha de sucessão de Isaías Samakuva.