Em Angola julgam-se presos políticos acusados de nenhum crime. Dizem que é um regime democrático que está em pleno gozo das suas funções. A corrupção está no pódio como grande vencedora. A miséria e a fome também. As potências democráticas fecham os olhos e apontam que assim é que é bom, que assim é que se faz a estabilidade em África. Eis a receita do terrorismo do qual a Europa não se consegue desenvencilhar. Quem apoia a corrupção e as suas ditaduras, no fundo também é terrorista sem o saber.

sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

China vai indemnizar pais de jovem executado por erro com 265 mil euros





Um tribunal chinês anunciou hoje que vai pagar uma indemnização superior a dois milhões de yuan (265 mil euros) aos pais de um adolescente executado por erro da justiça pelos crimes de homicídio e violação há 18 anos.

www.cmjornal.xl.p

Hugjiltu, de etnia mongol, condenado e executado em 1996, aos 18 anos, foi considerado inocente em meados deste mês por um tribunal da Mongólia Interior, nove anos depois de uma outra pessoa ter confessado a autoria do crime, num caso que colocou em evidência as falhas no sistema judiciário da China. O tribunal, que ilibou o jovem ao concluir existirem "provas insuficientes", informou hoje, através da Internet, que os seus pais vão receber 2,059,621.40 yuan, mas sem explicar como calculou valor tão preciso.