quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Polícia prende radialista da RNA por falar língua nacional



Pretória (Canalmoz) - No passado domingo, 07, o radialista António Kiala, da Rádio Nacional de An¬gola, locutor de kikongo da emissora regional de Maquela do Zombo, foi humilhantemente detido e arrastado para as dependências da polícia municipal, supostamente a mando de oficiais superiores daquela corporação que terão ordenado a sua prisão, depois de uma partida de futebol.
O jogo de futebol foi suspenso em consequência de uma cena de violên¬cia. O epicentro da confusão, segun¬do informou a suposta vítima dos excessos policiais, foi motivada por uma reclamação proferida em lingala [uma das línguas ou dialecto de Angola] pelo capitão da equipa do bairro Va¬lodia, onde, por sinal, mora António Kiala, o árbitro da partida.
Integrantes da equipa adversária, «pertencente» a polícia, advertiram que o capitão do «Valodia» não devia expressar-se em língua estrangeira. Este replicou dizendo que as mulhe¬res dos seus adversários também se comunicavam no seu dia-a-dia em lingala.
António Kiala, o radialista, que havia defendido o termo da parti¬da, em virtude da violência entre os contendores, acabaria por ser detido, visto que o seu posicionamento não terá caído bem entre os elementos da polícia.
A detenção foi algo surpreendente, uma vez que o referido radialista já havia deixado a cena confusão, quan¬do lhe foi dada a ordem de prisão. Este negou-se a entrar no carro da polícia, pelo que teve de ser arrastado para a viatura à força.
De acordo com o relato do profis¬sional da comunicação social, ele só foi liberto depois de uma intervenção das autoridades municipais locais.
Há informações de que uma pessoa ficou ferida como consequência das pedras que foram arremessadas para o recinto de jogos, e que mais duas pessoas foram igualmente detidas, sendo uma delas o filho do próprio radialista da RNA. (RNA)