Em Angola julgam-se presos políticos acusados de nenhum crime. Dizem que é um regime democrático que está em pleno gozo das suas funções. A corrupção está no pódio como grande vencedora. A miséria e a fome também. As potências democráticas fecham os olhos e apontam que assim é que é bom, que assim é que se faz a estabilidade em África. Eis a receita do terrorismo do qual a Europa não se consegue desenvencilhar. Quem apoia a corrupção e as suas ditaduras, no fundo também é terrorista sem o saber.

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Festa Gay em Luanda





Luanda – “Vamos nos Divertir e Deixar o Preconceito pra Lá”, é com estas palavras que um grupo próximo a comunidade homossexual em Luanda, convocou os seus simpatizantes e amigos para uma “festa gay” , a ter lugar, no próximo dia 2 de Novembro, na boate Xavarott, na Mutamba.
Fonte: Club-k.net
A Produção e Organização da iniciativa é de um grupo que se apresenta como os “The Divas”. Os mesmos são agora conhecidos, nos bastidores da sociedade luandense como um grupo que todos os anos organiza uma festa do género que junta heterossexuais, bissexuais, gay, travestis que “é uma coisa louca” como referiu, em Novembro de 2012, um dos participantes Edy Sex.
A referida festa esta a ser denominada pelos seus promotores, por “Paradão GLS (gays, lésbicas e simpatizantes)”. Nos cartazes de publicidade distribuídos vendido, os “The Divas”, anunciam que terão como convidados especial “URUCA MACHINE”, e uma exibição ao vivo  com Edy Sexy e Mara Lya cujo ingresso custará ao preço de Kz 2000.
De referir que nos últimos anos, tem estado a constatar-se o crescimento de um movimento gay sem paralelo em relação aos tempos atrás. Ao mesmo tempo tem surgido certas iniciativas como telenovelas ao qual as Igrejas  cristãos acusam os seus realizadores de tentarem promover a homossexualidade em Angola.