Em Angola julgam-se presos políticos acusados de nenhum crime. Dizem que é um regime democrático que está em pleno gozo das suas funções. A corrupção está no pódio como grande vencedora. A miséria e a fome também. As potências democráticas fecham os olhos e apontam que assim é que é bom, que assim é que se faz a estabilidade em África. Eis a receita do terrorismo do qual a Europa não se consegue desenvencilhar. Quem apoia a corrupção e as suas ditaduras, no fundo também é terrorista sem o saber.

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Na província de Manica . Mulheres criam indústria de sumos de frutas


O Banco Africano de Desenvolvimento é o principal financiador do empreendimento

Chimoio (Canalmoz) – A província de Manica é uma das principais produtoras de frutas a nível do país. Ananás, litchi, goiaba, banana, papaia, manga são algumas das frutas que abundam nesta província, mas que têm vindo a ser mal aproveitadas, ou seja, muitas vezes apodrecem nas machambas ou nos armazenamentos precários. Entretanto, acaba de nascer uma indústria que se dedica ao processamento de sumos a partir de frutas. Está a surgir uma renovada esperança para os camponeses da província.