quinta-feira, 14 de junho de 2012

Ex – miss no desemprego



Lisboa – A ex- Miss Angola 2006, Stiviandra Oliveira  é descrita como estando “psicologicamente  abalada”,  como conseqüência de acontecimentos menos bons que se  aconteceram na sua vida nos últimos meses. A mesma encontra-se agora no desemprego depois de se ter notabilizado como a “super-directora”, da  5M uma empresa  criada do âmbito da reconstrução nacional.

Fonte: Club-k.net
Antiga “super directora” da empresa 5M
A empresa 5M, tem como Presidente do Conselho de Administração,  Vincent Micler, um cidadão frances ligado ao general Manuel  “Kopelipa”. Vincent Micler  era  até pouco tempo o esposo  da ex – miss  responsável pela sua nomeação na empresa no ano passado.  No seguimento de uma recente  separação conjugal, o empresário  comportou-se a “moda africana”  retirando-lhe todas as benesses reduzindo-a ao “zero”.

A 5M tinha um DG, o francês Daniel Zhoar  porem com a entrada da ex- miss,  alguns  poderes passaram para a mesma tornando-a numa “super-directora” e a  sua a sua gestão  foi  criticada por alguns excessos.   Desde que  o ex- esposo a colocou naquela  empresa, a ex –miss    passou a ser  associada a situações constrangedora que se foram registrando. Procedeu com a expulsão  de funcionários  e efectuou cerca de 20 despromoções  e redução de salários.  Admitiu   novos funcionários oriundos da STORM, uma empresa onde a mesma trabalhou no passado.  Os novos admitidos aparentemente pessoas de sua confiança, passaram a usufruir  salários na ordem dos 120 mil Kwanzas e outras regalias, o que diferenciava, dos cerca de 60 mil KZ que os despedidos recebiam.

Ainda como  sub-directora procedeu  com exonerações de funcionários sem prévio aviso e em Novembro de 2011, despediu  cerca de 6 trabalhadores da 5M  por estarem alegadamente envolvidos numa  greve. Demitiu   o director dos recursos humanos por ter-se mostrado sensível  ao Sindicato dos trabalhadores da empresa. O caso foi depois levado ao MAPESS. Os seus excessos  foram na altura visto como  algo que criava embaraços a imagem do general “Kopelipa”.

Naquela altura,  a ex- sub-directora da  5M   passou a viver entre Luanda e uma região nos arredores de Mônaco onde apenas  habitam milionários.  Logo após a separação,  com o  PCA, Vincent Micler ,  a ex-miss viu perder todos os  privilégios e poderes que tinha  estando agora a procura de um emprego de que lhe permitirão  ter uma  vida normal.