sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Inflação está a aumentar há cinco meses consecutivos






Depois de ter atingido um mínimo histórico de 6,89% em Junho de 2014, o ritmo anual de crescimento dos preços acelerou para 7,49% em Novembro.

Carlos Rosado de Carvalho


Desvalorização do kwanza é um dos factores que explicam a derrapagem.
O custo de vida em Angola aumentou 7,49% em Novembro de 2014 em comparação com o mesmo mês do ano passado, de acordo com dados do Instituto Nacional de Estatística (INE).
É o quinto mês consecutivo de subida da taxa de inflação homóloga angolana, medida pela variação do índice de preços no consumidor na província de Luanda num determinado mês do ano face ao mesmo mês do ano anterior. Depois de ter atingido um mínimo histórico nos 6,89% em Junho de 2014, o custo do cabaz que reflecte o consumo dos luandenses aumentou, em termos homólogos, 6,98% em Julho, 7,05% em Agosto, 7,19% em Setembro, e 7,48% em Outubro.
Feitas as contas, entre Junho e Novembro, a taxa de inflação homóloga acelerou de 6,89% para 7,49%, isto é, um aumento de apenas 0,5 pontos percentuais.
Continue a ler este artigo na edição impressa disponível amanhã nas bancas