Em Angola julgam-se presos políticos acusados de nenhum crime. Dizem que é um regime democrático que está em pleno gozo das suas funções. A corrupção está no pódio como grande vencedora. A miséria e a fome também. As potências democráticas fecham os olhos e apontam que assim é que é bom, que assim é que se faz a estabilidade em África. Eis a receita do terrorismo do qual a Europa não se consegue desenvencilhar. Quem apoia a corrupção e as suas ditaduras, no fundo também é terrorista sem o saber.

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Stewart Sukuma promove campanha de angariação de produtos para Infantário da Matola


Maputo (Canalmoz) - Com a finalidade de apoiar um pouco mais de 60 crianças necessitadas do Infantário da Matola, localizado na província de Maputo, o compositor e intérprete Stewart Sukuma está a promover uma campanha de angariação de produtos alimentícios, brinquedos diversos, material escolar, roupa, entre outros bens não perecíveis.
Para além dos itens já mencionados, Sukuma pretende também angariar apoios que ajudem a criar actividades sustentáveis para que o Infantário se torne auto-suficiente em alguns produtos num futuro próximo.
Com esta iniciativa denominada “Fazer Diferente”, o embaixador de Boa Vontade, nomeado pelo UNICEF, pretende marcar a diferença, por ocasião da celebração dos 50 anos de idade, em Março próximo.
“Normalmente nunca faço festas e não me importo com presentes materiais, mas este ano quero fazer uma grande festa, daí aceitar presentes, com os quais pretendo fazer algo diferente”, indicou Stewart Sukuma, realçando querer “festejar com aquelas crianças, que não têm habitualmente festas de aniversário”.
Para o músico moçambicano, 2013 começa com desafios enormes na sua carreira profissional, onde compromete-se a lutar para continuar a crescer e se tornar sustentável e criar plataformas mais impactantes na área de responsabilidade social.
Sob tutela da Direcção Provincial da Mulher e da Acção Social, o Infantário da Matola acolhe actualmente um total de 63 crianças necessitadas, entre órfãs e abandonadas pelos familiares, algumas das quais requerem cuidados especiais devido à sua condição física deficiente. (FDS)