terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Terrorismo bancário destrói 43 mil empregos


 “Banca britânica destrói 43 mil empregos

OJE

O setor financeiro do Reino Unido vai eliminar um total de 43 mil postos de trabalho no espaço de apenas seis meses, de acordo com uma projeção da Confederação da Indústria Britânica (CBI), numa altura em que as empresas estão a reduzir a sua dimensão e a cortar custos.

Bancos, seguradoras, gestoras de ativos e outras entidades financeiras suprimiram 25 mil empregos nos últimos três meses do ano passado e devem eliminar mais 18 mil posições no primeiro trimestre deste ano, de acordo com um estudo da maior entidade patronal britânica e da PricewaterhouseCoopers (PwC), ontem publicado.

Os cortes de emprego das entidades financeiras à escala global excederam a fasquia dos 115 mil desde 2012, em resultado da tentativa de controlar as despesas com compensações e de abandonar os negócios intensivos do ponto de vista do capital, segundo os dados compilados pela agência Bloomberg.

O Morgan Stanley, que tem operações na área dos mercados em Londres, planeia despedir cerca de 1600 funcionários do seu banco de investimento nas próximas semanas, avançou à Bloomberg uma fonte com conhecimento direto do processo.

No mesmo sentido, o nova-iorquino Citigroup revelou, em dezembro, que vai cortar mais de 11 mil postos de trabalho e retirar-se de diversos mercados emergentes, com o objetivo de conter a sua rubrica de custos.”