Em Angola julgam-se presos políticos acusados de nenhum crime. Dizem que é um regime democrático que está em pleno gozo das suas funções. A corrupção está no pódio como grande vencedora. A miséria e a fome também. As potências democráticas fecham os olhos e apontam que assim é que é bom, que assim é que se faz a estabilidade em África. Eis a receita do terrorismo do qual a Europa não se consegue desenvencilhar. Quem apoia a corrupção e as suas ditaduras, no fundo também é terrorista sem o saber.

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Amazon: venda de e-books supera a de livros impressos no Reino Unido


No começo, o mercado de livros digitais (e-books) era visto com ceticismo, como se nada pudesse abalar a venda de livros impressos. Em 2007, quando a Amazon (uma das maiores lojas virtuais de livros do mundo) lançou o Kindle, seu leitor de livros digitais (e-reader), estava fazendo uma grande e arriscada aposta.
Com o passar dos anos, o e-reader ganhou popularidade, e a oferta de livros digitais começou a crescer. Hoje, para a surpresa de muitos, o cenário é totalmente diferente do que os céticos imaginavam há cinco anos: para cada 100 livros vendidos através do site da Amazon no Reino Unido, são vendidos 112 livros digitais.
“Nós atingimos essa marca nos Estados Unidos quatro anos depois de introduzir o Kindle no país, então chegar a esse ponto no Reino Unido depois de apenas dois anos é excelente”, destaca o vice presidente do Kindle EU, Jorrit Van der Meulen.
O que você acha? Seria o início do fim dos livros físicos?[Daily Tech]