Em Angola julgam-se presos políticos acusados de nenhum crime. Dizem que é um regime democrático que está em pleno gozo das suas funções. A corrupção está no pódio como grande vencedora. A miséria e a fome também. As potências democráticas fecham os olhos e apontam que assim é que é bom, que assim é que se faz a estabilidade em África. Eis a receita do terrorismo do qual a Europa não se consegue desenvencilhar. Quem apoia a corrupção e as suas ditaduras, no fundo também é terrorista sem o saber.

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Precisa de um bom funcionário? Procure uma pessoa que foi boa aluna no jardim de infância


Guarde seu boletim do pré para anexar no seu currículo futuramente. Segundo uma nova pesquisa, seu desempenho inicial pode se tornar uma grande vantagem profissional mais tarde.
Linda Pagani, professora e pesquisadora da Universidade de Montreal, descobriu que a capacidade de atenção das crianças durante a infância é capaz de predizer com eficácia o desenvolvimento de suas habilidades relacionadas ao trabalho futuramente.
Pagani explica que, em psicologia infantil, isso é chamado de evolução de desenvolvimento de habilidades orientadas para o trabalho, que começa na infância e vai até a idade adulta.
Crianças que tendem a trabalhar de forma autônoma e em harmonia com colegas de classe, com bom autocontrole e confiança, e que seguem ordens e direções, são mais propensas a continuar tais comportamentos produtivos no local de trabalho mais tarde.
“Para as crianças, a sala de aula é o local de trabalho, e é por isso que comportamentos produtivos de tarefas orientadas, nesse contexto, se traduz mais tarde no mercado de trabalho”, disse Pagani.
A pesquisa analisou classes de jardim de infância nos bairros mais pobres de Montreal. Os professores dos alunos usaram uma escala observacional para pontuá-los em suas habilidades de atenção, que eventualmente foram utilizadas para determinar o nível de envolvimento do aluno em sala de aula.
Especificamente, o estudo descobriu que meninos, crianças agressivas e crianças com menos habilidades cognitivas no jardim de infância eram muito mais propensos a ter participação baixa em sala de aula.
“Nossas descobertas apontam para a necessidade de uma identificação precoce e tratamento dos problemas de atenção”, disse Pagani. “Abordagens para reforçar habilidades de atenção no jardim de infância podem se tornar um caminho estável e produtivo para a aprendizagem”, finaliza.[LiveScience]